segunda-feira, 13 de junho de 2011

Num hotel com milhões de estrelas

Como tinhamos 3 dias inteirinhos por nossa conta, decidimos fazer umas mini-férias cá dentro.

A altura em que escolhemos a melhor sombra e espetámos a primeira estaca no chão, foi o momento em que fixámos morada na terra da liberdade.

Foram 3 dias longe das rotinas, do carro, da poluição, do stress, dos compromissos. A bem dizer, de todo o género de formalismos... Longe das horas, do tempo e da vida de todos os dias. Porque "viver todos os dias cansa" :P

Foram uns diazinhos de total descontração, lazer e descanso. Dias de puro deleite, no único hotel com mais estrelas do mundo - as do céu que tivemos sobre nós.

E eu já tinha tantas saudades de acampar.

Há já uns 3 ou 4 anos que não o fazia. Tanto tempo!

O campismo é o tipo de turismo mais democrático que se conhece. Por ser económico é praticado tanto por pessoas com baixos recursos financeiros como por pessoas pertencentes a classes altas.

As diferenças até podem passar pelo género de equipamentos, do tipo de tenda, roulotte, autocaravana, etc... mas todas elas deixam de existir quando estamos a falar de campistas que partilham os mesmos espaços comuns, e procuram, acima de tudo, o prazer e a liberdade de estar em contacto com a natureza, sem protocolos que não sejam o respeito por ela e pelo próximo.

E é por isso que um parque de campismo acaba por ser um lugar sem fronteiras, sem idades, sem paredes, sem diferenças.

Porém, para fazer campismo não basta montar tenda. É preciso estar disposto a viver uns dias num espaço colectivo, sem mordomias, sem "cheio de nove horas", sem esquisitices. Caso contrário, arriscamo-nos a ter umas férias completamente estragadas. Uns dias que deveriam ser prazeirosos, tornam-se uma verdadeira tortura.

Por isso, fazer campismo, é sem dúvida uma aventura.

Nós por cá, estivemos no feriado de 10 de Junho e fim-de-semana pela Costa Alentejana, no Parque de Campismo da Praia da Galé, junto a Melides.

Um parque de campismo que tem acesso directo à praia. E a praia é quase exclusivamente frequentada pelas pessoas do parque. Portanto, uma praia privativa, um autêntico Resort :)

Alguns apontamentos dos nossos dias...

De manhã, a praia e as suas águas cristalinas, com a serra da Arrábida lá ao longe a emoldurar o mar.


Perto da hora do almoço e quando o calor começava a apertar, regressávamos ao parque...


... e começávamos a preparar o nosso almoço. Aliás, todas as nossas refeições, incluindo os pequenos-almoços, foram preparadas por nós. Excepção feita ao último jantar de ontem. E que bem que nos sabia fazer estas refeições ao ar-livre.

Cozinhar é sem dúvida um dos momentos altos do campismo. Porque é tão giro e bom de fazer, quanto o é comer :)

O P. ficava sempre responsável pelo fogareiro. Eu pelo tacho e salada.

No nosso primeiro almoço fomos para a entremeada grelhada com arrozinho de tomate e pimento assado.

Aqui a menina Luarte a regalar-se com o almocinho.

Já de barriguinha cheia, iamos beber café ao centro da nossa "mini-cidade-verde" e depois regressávamos para lavar a loiça a dois e atirarmo-nos para debaixo das sombras numa atitude de puro dolce fare niente.

Quando o sol já dava sinais de tréguas, voltávamos à praia para mais uns quantos momentos de lazer: ler, apanhar banhos de sol, dar uns mergulhos, jogar raquettes e namorar mais um bocadinho...


A praia da Galé, e respectivo parque de campismo, fazem parte da Reserva Natural do Estuário do Sado e da Reserva Botânica das Dunas de Tróia e da Serra de Grândola. Aliás, esta praia é muito conhecida pelas suas famosas formações rochosas de areia que conferem uma tonalidade alaranjada a todo o cenário.




No alto desta falésia arenítica, fica o parque de campismo. Lá do cimo tem-se uma vista deslumbrante sobre o areal que se estende tanto para um lado, como para o outro, até onde a vista consegue alcançar. E também daí se pode apreciar um pôr-do-sol único. Soberbo!

E antes que a luz se fosse, para dar lugar a uma noite de estrelas, regressávamos ao parque...

Estas mini-férias foram muito bem aproveitadas e deram para recarregar as energias que tanto precisávamos. Além disso, acabaram por ser umas férias super económicas.

Posso-vos dizer que feitas as contas, contando com despesas de estadia, refeições (pequenos-almoços, almoços e jantares), viagens (combustível e portagens) e outros pequenos extras durante 3 dias, não gastámos mais de 100 euros (50 euros por pessoa).

A parte chata foi termos de sair ontem às 22 horas porque hoje tinhamos de regressar ao trabalho.

23 comentários:

  1. Adorei o título! É realmente o hotel com mais estrelas do mundo!
    Acampar é um modo de vida, um estado de espirito que nem todos entendem!
    Eu adoro e espero este ano fazê-lo!
    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Já há muitos anos que faço ferias nos hoteis com mais estrelas do mundo! Sou uma sortuda, ehehe.
    Bem que eu gostava de me limitar às 5 estrelas por mais que duas semanas, mas infelizmente fico-me pelo campismo.
    Este ano já andei a ver e está escolhido o local! Praias fluviais, campo e zonas históricas.

    Voces estavam muito bem apetrechados, eheheh! Eu não conhecia essas falésias, e realmente o pôr do sol deve ser adorável.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Tambem ja acampei nesse parque e adorei ! e simplesmente fantastico! e as festas que tinham a noite na praia no bar? melhor ainda! adorei mesmo!
    Beijinhos ! :D
    Ps. o por do sol ai é lindooo!

    ResponderEliminar
  4. Ana P.: Espero que consigas acampar este ano :)

    Dama das Camélias: Já estive em alguns hóteis de 5 estrelas e estão longe de serem o local onde me diverto mais. Felizmente não faço campismo por necessidade, por não ter outras alternativas, mas porque gosto mesmo :)

    O cantinho da Sofz: Nos dias em que lá estivemos houve sempre animação nocturna. Esta é já a segunda vez que estou neste parque e não há-de com certeza ser a última :)

    Beijocas grandes

    ResponderEliminar
  5. Mana que saudades tenho quando acampamos pela primeira vez neste parque. Quem sabe se tb n volto lá este ano.
    As vossas fotos estão muito giras. A vossa tenda é aquela azul?
    Só faltou a rede:P
    Beijocas.

    ResponderEliminar
  6. Olá


    Parabens pelo teu blog, adoro-o! =)

    Eu também adoro acampar mas por acaso nunca estive nesse parque, mas pareceu-me merecedor de visita.

    Todos os anos vou acampar, para além de ser bastante económico, adoro poder ver o por do sol, o nascer do sol, o ceu estrelado...

    Bom post!



    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Tiraste fotos lindas!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Olá,

    Adorei as fotos!

    Eu também gosto muito de acampar, este ano já fui 2 vezes, costumamos ir para Vila Nova de Milfontes e é sempre tão bom acordar ao som dos passarinhos ;-)

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  9. Ano passado estive precisamente aí, antes de ir para Mil Fontes e adorei. A estrada para chegar ao parque é que estava toda lixada, foi uma aventura chegar ao parque, sempre aos saltinhos. Também achei esse parque mais carote comparando com Mil Fontes, mas de resto era 5 estrelas.
    Também ficamos pertinho da enorme descida para a praia e consolei-me de apanhar pinhas para trazer para casa. :)

    ResponderEliminar
  10. Que maravilha :)

    Foram dias muito bem aproveitados!

    ResponderEliminar
  11. Oceanosemfundo: Sim, a nossa tenda é a azulinha :) É verdade só faltou a rede. Havemos de levar para uma próxima vez. Durante a nossa estadia lembrei-me imensas vezes da 1ª vez que estivemos neste parque. Foi uma odisseia. Sem carro, os transportes que apanhámos para lá chegar, lol! Pareciamos burros de carga, tamanho era o peso das mochilas.
    Temos de voltar a combinar, desta vez todos juntos. Vai ser giro :)

    eutambemtenhoumblog: Então vais com toda a certeza gostar deste parque, porque sem dúvida oferece um dos pores-do-sol mais bonitos que já vi :)

    Paula M. Obrigada :)

    Mónica Dona de Casa Perfeita: Esta foi a primeira vez deste ano e espero não ser a última :)
    Por acaso, a última vez que acampei foi em Milfontes. Gosto imenso de acampar pela Costa Alentejana e em alguns parques do Algarve.
    É óptimo acordar com os passarinhos e os primeiros raios de Sol a baterem na tenda.
    Só de lembrar já me apetece voltar a essa vidinha :)

    Poupadinha: A estrada para chegar ao parque é assim desde sempre porque o parque está metido numa área protegida e é proibido alcatroar, por causa do impacto ambiental.
    Sim, é verdade que é mais caro que o de Milfontes e muitos outros onde já estive. Mas acho que tem muito haver com o que também referi anteriormente. Acaba por filtrar mais o número e o tipo de pessoas.
    Mas na minha opinião acho o parque muito aprazível. Tudo depende do espírito com que se vai e do que se procura durante a estadia. Este não é definitivamente um bom parque para quem não tenciona passar a maior parte do tempo lá dentro. Precisamente por causa da estrada. Como a nossa intenção era mesmo lá ficar e como eles lá dentro têm tudo quanto se precisa, era o local perfeito :)

    Bricolar e Poupar: Sem dúvida! :)

    Beijinhos para todas****

    ResponderEliminar
  12. ok, agora que me estou aqui a babar de inveja e de vontade de pular para dentro do ecrã, dei-me ao trabalho de ver quanto tempo falta para ir de férias.... não é amanhã... falta mais que muito! Que escapadinha tão simpática, espero que tenha sido revigorante! um abraço

    ResponderEliminar
  13. que belo passeio! ;)
    adorei as fotos!

    ResponderEliminar
  14. Que belas mini-férias :)
    O nosso país tem lugares maravilhosos. As fotos estão muito bonitas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Adoro a praia da Galé. Só lá fui uma vez, mas ao ver as fotos, fiquei cheia de saudades...

    Nunca acampei, tenho medo. Será normal?
    Mas adorava experimentar, pois é a maneira mais próxima de estar em contacto com a natureza, que eu tanto aprecio.

    Beijinhos e boa semana :)

    ResponderEliminar
  16. Que belos dias que passas-te.

    Desde que comecei a namorar com o A. que também comecei a ir para o parque de campismo, ele vai todos os anos. Eu não costumava acampar, acho que raramente o fiz mas agora lá vou atras dele.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  17. Faço férias nesse Parque há 16 anos, conheço outros mas O Parque da Galé tem condições fantásticas. É muito grande, amplo, com diversos encantos dentro e fora do parque, fazer uma visita um passeio pela praia até Melides (8km), as noites divertidas. O magusto em Novembro, a festa dos miúdos da Galé no próximo dia 18 em que vão país, filhos, avós e netos. Muito, muito bom.

    ResponderEliminar
  18. Clara: Vais ver que em menos de nada estão aí as tuas férias à porta e vão-se os teus desejos de saltares para dentro do meu ecrã. Já viste os estragos que me fazias?! :P

    Sarokas: Obrigada :)

    Guidinha: Temos um país fantástico com uma diversidade paisagística para todos os gostos. Portugal é lindo! :)

    Ana: Tens de experimentar. Se não experimentares aí é que nunca saberás se gostas. E não há que ter medo nenhum. Estás dentro de um parque e em segurança. O respeito pelo próximo num parque é muito grande. Nunca ninguém mexeu nas minhas coisas e sempre deixei imensas à mão de semear.
    Se precisares de ajuda ou de alguma dica, sente-te à vontade para me chateares. Estarei sempre às ordens :)

    Te: Eu adoro acampar. Comecei na adolescência e nunca mais lhe perdi o gosto.

    Anónimo: Obrigada pelo seu testemunho. Este é o segundo ano que acampo neste parque e adoro. Partilho da opinião que tem condições muito boas. A primeira vez foi há uns 15 anos. Tanto tempo! E fiz o passeio até Melides, não há noite mas de dia. Foi bom, mas valeu-me um escaldão! À noite já não há esse problema!
    Por acaso reparei no anúncio do almoço dos miúdos da Galé :)
    Este é um Parque onde dá sempre vontade de voltar :)

    Beijinhos***

    ResponderEliminar
  19. Já acampei aí também mas o mar não estava assim tão calmo, muito pelo contrário tinhamos que ir a correr dar um mergulho e sair logo!!!e essa subida da praia até ao parque??? faz uns musculos nas pernas!!! gosto muito do parque de Odeceixe.

    ResponderEliminar
  20. Da primeira vez que aqui estive, estive mais dias e também apanhei alturas com o mar mais revolto. Desta vez o mar esteve sempre muito bom :)
    A parte da subida é a parte do exercício físico. O parque oferece um serviço completo :)
    Esse parque de Odeceixe ainda não conheço. Fica para uma próxima :P
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Acampar...é uma sensação daquelas :)
    E esse local transporta-nos...com excepção daquela subida íngreme ...ai!

    Ai tanta inveja da Boa! ;)

    ResponderEliminar
  22. Olá Luarte

    Conheço também a Galé, é um sitio maravilhoso...lindo de+
    há muitos anos que passo férias lá com o meu filhote!

    è mesmo impossivel mudar de parque de campismo porque o meu pekeno tem amigos lá, os amigos de verão! só se encontram mesmo nessa altura! por isso também faço questão de ir, é muito bonito ve-los todos juntos, desde os 4 anitos que ele mantem aquelas amizades!!!(ele agora está quase com 12 anos)

    bjokas
    cris

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita e pelo vosso comentário :)