terça-feira, 23 de agosto de 2011

Ainda em registo de férias

Quarta-feira de manhã.

Ainda recém-chegados do Gerês, e o amigo R. fala-nos do magnífico fim-de-semana esticado que teve na Pateira, de Fermentelos.

O mais curioso, é que nem eu nem o P. tinhamos ouvido falar até então deste lugar.

Porque não? Pensámos nós!

Não tínhamos nada agendado...e o tempo estava por nossa conta.

Quinta-feira, estávamos de novo na estrada para mais uns dias de lazer até domingo.

A Pateira é simplesmente a maior Lagoa natural da Península Ibérica, e fica localizada no triângulo dos concelhos de Águeda, Aveiro e Oliveira do Bairro.

Uma pequena parte da vista do nosso quarto para a Lagoa

Para onde quer que olhássemos, a também chamada "Lagoa Adormecida" estendia-se diante dos nossos olhos.

Ao pôr-do-sol

O facto da zona ser muito rica em fauna, flora e espécies aquáticas, incluindo diversas espécies de aves, nesta lagoa é estritamente proibido o uso de barcos a motor ou motas de água. O que torna este lugar ainda mais interessante e aprazível. Tudo ali é paz, tranquilidade e sossego.

da janela do nosso quarto... a pesca...


O porquê de se chamar... Pateira

Aliás, numa extensão tão grande de lagoa, poderia haver um aproveitamento turístico muito diferente, com muitas residenciais, pensões, estalagens, hotéis e sei lá que mais. Mas não! E isso é um privilégio! E é tão bom ainda existirem estes pedaços de céu.

Para quem gosta de passeios ao ar livre e pelo meio da natureza, a Câmara Municipal de Águeda, numa parceria público-privada, disponibiliza bicicletas de utilização gratuita, nas margens da Pateira.

Nestes dias em que por lá estivemos, tentámos aproveitar bem as actividades promovidas no lugar onde ficámos, assim como os mergulhos na piscina ao final da tarde.

Entretanto, ainda houve tempo para...

... ir conhecer melhor Aveiro.






Aveiro e os seus canais... uma cidade a visitar e a descobrir

... dar um pulinho à Costa Nova e ver de perto as famosas e típicas casas às riscas. Em tempos idos, eram os "Palheiros", e hoje em dia são um verdadeiro postal ilustrado desta zona. Muitas delas, antigas casas dos pescadores, ainda mantêm a sua construção em madeira e toda a sua traça arquitectónica original.






Mas, e como não podia deixar de ser, ou não fossemos nós uns apaixonados pelo turismo de natureza, ainda fizemos alguns percursos pedestres. Nomeadamente, o trilho das Levadas, que é feito ao longo do Rio Marnel, um afluente do Vouga, num percurso de 7,5 km.

Graças a este passeio, tivemos a oportunidade de descobrir um espaço natural e paisagístico muito bonito. Açudes e levadas, antigos moinhos e campos agrícolas, e o habitat de algumas espécies, como a minúscula rã-ibérica.





Eu não disse que eram mesmo pequeninas!

Pela escassez de tempo, já não foi possível fazer todo o percurso pedestre da Pateira, numa extensão de 14km, mas mesmo assim, ainda conseguimos fazer parte dele.




Sábado à noite, foi mesmo a cereja no topo do bolo desta nossa curta-estadia.

A noite estava quente, o céu estrelado e a lua sorridente. Há muito que não tinha memória de uma noite assim...

O jantar acabou tarde. Decidimos ir dar um passeio ali por perto, a pé.

Não havia nada planeado e, de repente, surgiu o convite.

Quase meia-noite. Pegámos no barquinho que nos foi emprestado, por tempo indeterminado, e lá fomos nós ao sabor do momento.


Só os dois. No meio da lagoa deserta. Embalados pelas águas quentes. Sem coletes. Entre mim e o P. um candeeiro. Um pequeno farol que não chegámos a acender. A luz natural ia desenhando as sombras que passavam por nós, à velocidade do nosso ritmo. E fomos, cada vez mais para dentro. Sem pensar. Quase sem falar... só a sentir aquele momento único e irrepetível. Uma experiência mágica numa noite perfeita.

Já tarde, voltámos de coração cheio para dormir as últimas horas.

Uma despedida inesperada numa noite sem planos.

Gosto tanto quando a vida acontece assim...

31 comentários:

  1. Que fotos lindas! :) Aveiro e a Costa Nova conheço bem, mas a Pateira... desconhecia.

    ResponderEliminar
  2. Bem fiquei de boca aberta! Eu sou do distrito de Aveiro e nunca ouvi falar da Pateira!
    As tuas fotografias estão, como sempre, fantásticas e com a tua descrição deu-me mesmo vontade de ir lá passar uns lindos dias também, e como saberia bem!
    Gostei tanto que estou a pensar dar uma estadia lá ao meu irmão como prenda de casamento. Ficaste hospedada aonde? Na estalagem da Pateira? Podias me enviar mais informações da tua experiência por mail?
    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Filipa: Aveiro já conhecia, a Costa Nova é que não. E da Pateira, nunca tinha ouvido falar. E vale bem a pena :)

    Célia: Acabei de te enviar um e-mail a dar mais informações.

    Beijocas ***

    ResponderEliminar
  4. Olá Luarte
    Que giro ver estas fotos. Primeiro, porque estive na Costa Nova no Domingo, segundo, porque tenho fotos parecidas com as tuas na ria, (no ano passado também andei de moliceiro). Depois, porque estive, na semana passada na Pateira e adorei, mas esse percurso que fizeram no rio Marnel, desconheço. Mesmo na Pateira, não explorei tanto como vocês, pois andava com duas crianças atrás mais as tralhas todas.
    Se calhar ainda nos cruzámos :)

    Se quiseres passa no meu Blog http://anatavaresfotografia.blogspot.com/, acho que vais gostar de algumas fotos que tenho lá, caso não conheças, do Buçaco e da Freita.
    Mais um excelente post.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Infelizmente não conheço a zona, mas agora fiquei cheia de vontade! A rã é tão fofinha!! E ela deixou-se apanhar?

    ResponderEliminar
  6. Então andaste aqui pertinho de mim...e não disseste nada :))

    Já ouvi falar da Pateira mas ainda não fui :(...a ir de certeza em breve!

    Quanto a Aveiro, adoro!sempre que lá vou digo ao meu T. que adorava lá morar :)

    Bj grande

    ResponderEliminar
  7. Lindo!! Adorei as fotos e o relato que fizeste de tudo. Conheço Aveiro, mas já não vou lá há anos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Conheço a Pateira de Fermentelos desde que nasci, já que a minha aldeia natal fica lá perto e também tem Pateira. A de Fermentelos é a que está mais explorada e mesmo assim pouco e ainda bem. Em Ois da Ribeira também há Pateira e tem lá um restaurante, Pôr-do-Sol.
    Sua malandreca, andaste na minha terra e não disseste anda??!!!!
    Fico contente que tenhas gostado e espero que voltes com mais tempo e que te lembres aqui da Raiozinho. Terei todo o gosto em te oferecer um café ;)

    ResponderEliminar
  9. Ana (a mamã é só minha): Foi por pouco que não nos cruzámos. Uma questão de dias... :)

    Rita: Então tens de conhecer. Portugal é um país encantador. Em relação às rãs, eram mesmo pequeninas. O P. com jeitinho lá conseguiu apanhar aquela que aparece na foto do dedo. As restantes fotografias são tudo macros. Daí que se vejam tantos detalhes. Mas tivemos de nos aproximar muito devagarinho para não as assustar. Com paciência resultou :)

    Casa encantada: A nossa ida para esta zona foi decidida de um dia para o outro. Estas nossas férias não têm sido nada planeadas. Tentámos aproveitar o mais que pudemos. Tinha tanta gente à volta para visitar, e não deu para visitar ninguém. Ou visitávamos ou gozávamos os dias que tanto mereciamos a dois.

    Vera: Obrigada :) Pode ser que com este relato, quem sabe se não voltas a visitar a zona em breve ;)

    Beijinhos**

    ResponderEliminar
  10. Raio-de-Luar: Da janela do meu quarto eu tinha vista para Óis da Ribeira, e para esse restaurante :)Não sabia que eras ali da zona.
    Sabia apenas que moras para os lados de Aveiro.
    Obrigada pelo convite para o café. Quem sabe um dia, não teremos esse prazer de nos conhecermos :)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  11. Que lindas fotos! Estou a ver que tenho que visitar essa zona também. Fiquei fascinada com tudo o que contaste :D
    Ainda gostava de dar mais uma voltinha por Portugal antes que as férias acabem... Quem sabe não convenço o R. a lá irmos!
    ADOREI tudo, então esse passeio de barco à noite... Ai, ai!

    ResponderEliminar
  12. Olá!
    Conheci teu blog agora e adorei :)
    Já estou seguindoo!
    Parabéns pelo post, ótimo!
    Beijoca

    http://relatosedescobertas.blogspot.com Passa lá

    ResponderEliminar
  13. Olá Lu,

    Fiquei tão feliz ao ver seu post... Eu sou de Fermentelos, e relamente a Pateira é maravilhosa, mas está um pouco abandonada. Os patinhos, só regressaram à cerca de 3 anos, até então eram caçados, porque apesar dessa beleza imensa, continua a ser zona de caça.
    Abraço

    ResponderEliminar
  14. Adorei as fotos e a forma como descreveste esta experiência memorável. Levaste-me de novo às minhas férias de 2010, onde andei precisamente por Aveiro, Ílhavo, Barra e Costa Nova. São lugares encantadores.

    Bjs e continuação de boas férias :)

    ResponderEliminar
  15. Fica registado... As fotos convidam!! :)
    Um beijinho

    (...e que corra tudo bem na 6ªF)

    ResponderEliminar
  16. Adorei as fotos.
    Fica registado para um dia visitar e conhecer a região.

    ResponderEliminar
  17. Sara: Convence o R. que vale a pena ;)

    Bárbara Lopes: Obrigada pela visita :)

    Renata Brigeiro: Parabéns pela linda terra que te viu nascer e ainda bem que os patinhos voltaram :)

    Cor de Chá: Obrigada. É sempre bom recordar lugares onde fomos felizes :)

    CarlaMendes: Obrigada pela visita e um beijinho grande para ti e para o M.
    Também gostava de ir à festa, snif, snif.

    abspinola: Sim, vale bem a pena :)

    Beijinhos*****

    ResponderEliminar
  18. Por acaso desconhecia essa Lagoa, já Aveiro conheço bem mas adorei as fotos que partilhas-te e rever alguns pontos e pormenores da cidade,

    obrigado e beijinhos!!!

    ResponderEliminar
  19. Que feliz que fico ao sentir a tua felicidade! Lindo, isso tudo. Também não conheço, por isso obrigada pela sugestão!

    ResponderEliminar
  20. Ai ai essa noite!!! :)
    Também não conhecia! Obrigada pela partilha! São mesmo fofinhas as rãs...

    ResponderEliminar
  21. Aveiro é lindo sem duvida..vo começar a seguir o blog...se kiser passe no meu tb..
    www.dianatavares21.blogspot.com

    ResponderEliminar
  22. Tão lindo fiquei hipnotizada com esta tua descrição e pelas fotos achei linda a descrição deste belos e encantadores momentos esse passeio no barco à noite meteu um bocadinho de medo sem coletes!!! ai a água escura mete-me medo...mas deve ter sido um dos momentos mais deslumbrantes!
    foi um passeio muito bonito e calmo eu também sou adepta da paz e tranquilidade da natureza!

    ResponderEliminar
  23. Passa no meu blog tenho um selinho para ti.
    Bjs
    Betty

    ResponderEliminar
  24. Posa vida, quantos lugares lindos. Ihs oradores. Comecei bem a minha semana.
    Beijo

    ResponderEliminar
  25. Ainda de férias???!!!
    Agora o tempo vale a pena melhorou bastante!!!
    Tenho um miminho para ti no meu post de hoje, espero que gostes é muito inspirador!

    ResponderEliminar
  26. Estou a ver que tenho que ir passear tb para esses sítios ;)

    ResponderEliminar
  27. Onde andas, mulher?!?
    Começo a ficar preocupada!
    Beijinho
    Espero que esteja tudo bem.
    Mia

    ResponderEliminar
  28. Ainda de férias,minha querida?Olha que estamos com saudades...
    Vir ao teu blog é uma verdadeira viagem por recantos inexplorados,por belezas pungentes,por um encantamento
    sem par.Linda a vista de tua janela,da lagoa,do por do sol e dos pescadores neste local magnífico...ah, e os patinhos,as casinhas coloridas,as listradas,me conduziram com doce enlevo,pelos teus caminhos.E o final,ao melhor estilo cinematográfico,foi,realmente a cereja do bolo,inesquecível.
    Bjsss,amiga querida e uma boa noite,
    Leninha

    ResponderEliminar
  29. Olá! Está tudo bem por aí?
    :)

    ResponderEliminar
  30. Que bé feito de ti, rapariga!!!
    Temos saudades!!!
    Espero que esteja tudo bem
    bjs

    ResponderEliminar
  31. Ola Luarte,

    Tudo bem? Comecamos a estranhar a ausencia. Eu bem que ca venho todos os dias a espera de novidades mas nada! Volta depressa :-)

    Beijinhos

    Cristina

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita e pelo vosso comentário :)