domingo, 6 de novembro de 2011

Para as entradas... casca de batata!

Pois que também eu deitava as cascas de batata no lixo como se de puro desperdício se tratasse.

Erro crasso!

As cascas de batata são um excelente, delicioso, económico e vitamínico aperitivo.

Não acreditam?

A primeira vez que soube desta sugestão culinária foi numa rubrica qualquer de poupança, que passava num programa da manhã.

Achei a ideia genial. Nunca me passaria pela cabeça aproveitar as cascas de batata e comê-las.

Pesquisei na internet e descobri que em muitos blogs e fóruns degustar esta singular iguaria já não é nenhuma novidade.

Curiosa como sou, resolvi experimentar.

A receita é super fácil.

Ora tomem nota...

Ingredientes:

- Cascas de batata q.b.
- Sal
- Outras especiarias a gosto ou um molho para demolhar
- Óleo ou azeite para fritar

Preparação:

1) Lavar muito bem as cascas de batata e cortar em tiras mais ou menos do mesmo tamanho.

2) Secar as cascas com um pano (este passo é muito importante).

3) Fritar em óleo ou azeite bem quente até ficarem douradas.

4) Retirar as cascas e deixar escorrer sobre papel absorvente.

5) Temperar com sal, pimenta e oregãos ou servir simples com um molho de maionese para acompanhar.

Fácil não é?

Para mim, o único senão aqui é a parte da fritura.

Não sou muito adepta de fritos, mas de vez em quando lá cometo as minhas "inconfidências". E em casa, se fizer fritos é uma vez no ano e... e...

Lá procurei e encontrei a alternativa ideal aqui.

Cascas de batata crocantes e muito mais saudáveis.

Tudo o que eu queria e precisava!

Os ingredientes são exactamente os mesmos. A diferença está no modo de preparação.

Preparação sem fritura

1) Lavar e secar bem com um pano as cascas de batata.

2) Cortar as cascas em tiras, e dispor num prato. Levar ao microondas.

3) Programar 3/4 minutos na temperatura máxima e virar as cascas. Repetir este procedimento, até as cascas estarem sequinhas, estaladiças e crocantes.

Acabadinhas de fazer!

E assim temos as nossas cascas prontinhas a servir de entrada numa refeição, como aperitivo num convívio com amigos, ou ainda para degustar enquanto se vê um filme ou outro programa de televisão.

Eu adorei a experiência. Soube-me foi a pouco. Estavam tão boas!

O P. torceu o nariz ao início. Mas assim que lhes pôs o dente, deixou os cepticismos de lado e deixou-me a mim a chuchar no dedo. Tradução... comeu-me praticamente as cascas todas e não me deixou quase nada.

Conselhos úteis:

a) Conforme a potência do microondas, o tempo de cozedura pode implicar mais tempo ou menos tempo. Eu optei pelos 4 minutos de cada vez (depois de ver que 1 minuto, conforme o sugerido, era muito pouco). Quando vi que as cascas estavam quase, quase prontas, fui diminuindo o tempo para controlar melhor o processo de cozedura. Basta estar atento para perceber o tempo ideal.

b) É possível que o prato fique bastante quente, por isso não esquecer de usar luvas na altura de o manusear.

c) A espessura da casca vai interferir no tempo de preparação. Cuidado para não deixar queimar.

d) Esta solução mais saudável de preparação, só é viável para um prato de cascas (eu ocupei a base e a borda do prato). Se quisermos fazer uma grande quantidade, não se torna prático porque se perde demasiado tempo. Aí o melhor é mesmo optar por fritar.

Se ainda não experimentaram a receita de casca de batata, experimentem e surpreendam(-se) a vocês, a vossa família e amigos. Acreditem que será um momento de diversão garantido e super saboroso :)

18 comentários:

  1. Olha que nem de propósito! Ainda ontem, tive esta conversa com a minha mãe, enquanto a ajudava a fazer o almoço e deitámos um monte de cascas de batatas para o lixo! Ainda nos rimos ao imaginar a cara de alguns amigos e familiares nossos com a mania das finesses, depois de se lamberem com a iguaria e lhes dissesse-mos que eram casquinhas de batata ehehehehehehe
    Por acaso nunca experimentei fazer, embora tb tenha visto esse tal programa e de as ter visto em alguns blogs!
    Beijinho e boa semana

    ResponderEliminar
  2. Olha que espectáculo! Vou experimentar, cá em casa gostam muito de petiscos a ver tv, é uma ideia... Obg por partilhares. :)

    ResponderEliminar
  3. A primeira vez que comi cascas de batatas fritas foi num restaurante em Alfama, chique qb, há uns bons anos atrás... E pagámos por elas! Eheheh :) Também não costumo fazer fritos mas a tua solução pareceu-me óptima :)

    ResponderEliminar
  4. Olá Luarte,
    Em tempos de crise e não só... nada se pode deitar fora, há que reaproveitar ao máximo!
    Obrigada pela partilha!
    Já tinha ouvido falar das cascas de batata frita, mas adorei a possibilidade de poderem ir ao micro ondas...
    Bjs,
    Teresa C.

    ResponderEliminar
  5. Sissamar e Agridoce: Chiques ou não, que são boas lá isso são :D

    Gaja Maria: Experimenta que vais gostar! :)

    Teresa C.: Bem eu não falei em crise... mas lá que é uma óptima estratégia de reaproveitamente, lá isso é :)

    Beijinhos e boa semana***

    ResponderEliminar
  6. Já experimentei a fazer uma vez e foram aprovadas por maioria absoluta. A partir daí entusiasmei-me a fazer outros aproveitamentos: cascas de cenoura (o mesmo procedimento que para as cascas de batata), arroz com talos de bróculos e espinafres, rama de cenoura, chás com casca de fruta, etc. E porque nao? Rimo-nos da ideia mas no fundo estamos a deitar vitaminas para o lixo...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Muito sinceramente, era coisa que nunca tinha ouvido falar ou coisa que me passasse pela cabeça:p))

    Mas hei-de experimentar, fiquei curiosa!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. No Verão, numa patuscada na Comporta provei pela primeira vez e adorei! Obrigada pela partilha!

    ResponderEliminar
  9. Olha... eu não conhecia!!!

    Mas vou ter que experimentar!!!
    E a quantidade de cascas que deitamos fora ...

    Obrigada pela partilha
    Beijokas
    Uma boa semana

    ResponderEliminar
  10. Se aumentares a espessura e cobrires com mozzarela e pedacinhos de bacon antes de levar ao micro-ondas, fica espectacular ;) (e consideravelmente mais calórico)

    ResponderEliminar
  11. Paula M.: Também já tinha pensado nas cascas de cenoura, só que ainda não pus em prática. É verdade que constantemente deitamos fora fontes vitamínicas que podem perfeitamente ser reaproveitadas. Cá em casa também usamos muitas cascas nas infusões.

    Me: Essa sugestão é sem dúvida muito mais calóricas, mas sem dúvida muito muito apetitosa. Dá é um pouco mais de trabalho porque implica fazer em duas fases, senão as cascas não cozem por baixo do queijo (ou se cozerem, não serão crocantes, nem estaladiças).

    Beijinhos para todas ****

    ResponderEliminar
  12. Já li muito sobre este petisco não sei porqué nunca tive coragem de o fazer mas um dia destes vou experimentar;)

    ResponderEliminar
  13. E os produtos que põem nas batatas, para não grelarem, por exemplo?
    Será que não é perigoso? Mesmo lavando.....


    Maria

    ResponderEliminar
  14. É só um bocadinho de cozinha. Prometo que posto mais quando fizer uma produção adequada para fotografar. Sou um exagero de perfeccionista! :) Mas dá para espreitar o ambiente, espero que gostes:
    http://signedbypaulaminnemann.blogspot.com/2011/11/pink-kitchen.html
    E do bolinho, espero que te delicies! :p

    ResponderEliminar
  15. É só novidades, nunca me passaria pela cabeça que as cascas podessem para ser comidas.
    Beijokas

    ResponderEliminar
  16. Maria: Faz todo o sentido o teu reparo. Mas esses produtos que são colocados não atingem apenas a casca, mas toda a batata e, no entanto, comêmo-las.

    Paula F M: Já fui cuscar as imagens. Gostei muito :)

    ResponderEliminar
  17. Eu costumo fazer no forno! É de facto um bom petisco! ;) Parabéns pelo blogue!

    ResponderEliminar
  18. Nunca provei, mas.... fiquei tentada :))

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita e pelo vosso comentário :)