quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Para escrever à mão...

Ontem ao visitar um dos meus blogues preferidos, chamou-me particular atenção a etiqueta que embelezava o frasco-presente do último post da sua autora.

Trata-se do blogue da Joana Roque, A economia cá de casa, e o post é este.

Não sei se foi a Joana quem a fez, se comprou já assim... o facto é que gostei da ideia de poder misturar uma etiqueta ilustrada, e ainda assim personalizá-la com a escrita à mão. A nossa escrita.

Todos nós temos a nossa caligrafia! Construída ao longo dos anos, tornou-se um bilhete de identidade. Forma de expressão pessoal, linguagem visível de umas mãos que falam. Não interessa se é bonita ou feia, o que importa é que se trata da nossa letra, aquela que nos identifica como seu/sua autor(a).

E, no entanto, escrever à mão está cada vez mais a cair em desuso. É assim uma espécie de coisa em vias de extinção.

Primeiro foi o aparecimento da máquina de escrever, depois o computador e os telemóveis, e hoje em dia raramente escrevemos à mão seja o que for para quem for.

Optamos por enviar e-mails, mandar sms's, deixar mensagens no Facebook. Já quase ninguém escreve cartas ou postais.

Mas parece-me que todos nós estamos de acordo, que escrever à mão para alguém demonstra sempre uma atenção especial. Sobretudo, se o conjunto for harmonioso. Detalhes como o papel escolhido, o design, o tipo de caneta, a cor da tinta, e o cuidado que empregamos na redacção da própria caligrafia, são pormenores que não passam despercebidos e que conferem simplicidade e uma beleza particular ao acontecimento.

E foi perdida nestes pensamentos, que fiquei com vontade de fazer etiquetas-rótulo para os presentes caseiros, mas desta vez, e inspirada pela Joana, para mensagens manuscritas, tornando as etiquetas ainda mais pessoais e únicas.






Como ando de volta dos cabazes de Natal, tentei fazer etiquetas que fizessem lembrar o ambiente caloroso de cozinha e das coisas doces.

Partilho convosco algumas. Um presente para quem delas gostar e as quiser levar.

E agora vou ali imprimir as minhas e escrever à mão o que falta :)

Beijinhos e o resto de um bom feriado.

19 comentários:

  1. Obrigada! Por acaso vou precisar de etiquetas para acompanhar temperos que fiz para oferecer. Ainda não me decidi... depois mostro no blog :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Obrigada Luarte, são muito giros :)

    ResponderEliminar
  3. Concordo contigo : escrever à mão caiu completamente em desuso... até tenho um conhecido que no outro dia disse (com um ar que me pareceu algo orgulhoso, embora não entenda a razão) que já não escrevia à mão há anos, excepto para assinar o nome... Eu, no entanto, gosto imenso de escrever à mão... Aliás, é para mim um castigo escrever no computador, até parece que fico sem inspiração : mesmo no trabalho escrevo tudo à mão, com abreviaturas para não perder muito tempo, e depois passo a computador :P Estas etiquetas que falas dão até muito mais jeito do que as outras, pois imprimes umas quantas e usas para o que quiseres! A do café é a minha preferida, ficava muito engraçada numa latinha de bolachas para o café.

    ResponderEliminar
  4. São tão bonitas sabes fazer estas coisinhas tão bem, olha eu vou levar sim? :) Obrigado, bjs

    ResponderEliminar
  5. Obrigada pela partilha :)
    Eu por acaso costumo fazer as etiquetas em computador, mas tens razão à mão dá aquele cunho pessoal que está a cair em desábito.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  6. Gostei muito, e salvei 3 para utilizar aqui em casa! são lindos e muito úteis...obrigada por compartilhar!

    Grande abraço

    ResponderEliminar
  7. Obrigada.
    São amorosa as suas etiquetas.
    Maria

    ResponderEliminar
  8. Obrigada Luarte. São lindas!
    Eu gosto muito de escrever à mão, e vou com certeza escrever nas minhas assim. Sou é um cadinho naba a fazer essas etiquetas no computador, por isso se não te importas, vou levar as tuas comigo ;)
    bjinhos

    ResponderEliminar
  9. Muito obrigada pela partilha destes magníficos rótulos.Andava mesmo a necessitar e as minhas habilidades a este nível são extremamente reduzidas.
    Bj

    ResponderEliminar
  10. Obrigada pela partilha. também ando à volta com os cabazes, caixas, sacos e etiquetas. Este ano fiz as minhas com aproveitamentos de tecido aos quais cosi cartão para escrever à mão, mas de qualquer forma é sempre útil saber onde recorrer em caso de necessidade.

    ResponderEliminar
  11. Obrigada por partilhares os teus rotulos. vou levá-los comigo para usar nos meus cabazes. beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Olá! :)

    Parabéns pelo blogue e obrigada pelas dicas! Vou andar por cá!

    Beijinho

    amarteblogue.blogspot.com

    ResponderEliminar
  13. Concordo plenamente com o que escreves.
    Eu não sei é fazer as etiquetas, mas que ficam Giras lá isso ficam...
    bom resto de semana

    ResponderEliminar
  14. Obrigada pela partilha, Luarte. Talvez as use e, nesse caso, vou tentar tirar foto para mostrar :)

    Bjs!

    ResponderEliminar
  15. Obrigada Luarte, eu aproveitei e tb guardeia as tuas, apesar de já ter feito mas personalizadas com a tua ajuda ;)

    Como tenho andado adoentada e ao mesmo tempo atarefada não tenho visitadoa as amigas.
    Desejo-te Boas Festas na companhia de todo os que amas ❤

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Olá luarte,
    Concordo contigo as palavras manuscritas têm outra força e então se forem com uma caneta de tinta permanente... para mim ainda é melhor... adoro escrever com estas canetas.
    Os teus cartões para as receitas estão um amor... obrigada por partilhares, vou guardar, posso?
    Bjs gds,
    Teresa C.

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita e pelo vosso comentário :)