quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Simplicando na casa

Depois do post Simplificando na Cozinha, achei que poderia também partilhar alguns outros truques que utilizo na limpeza em geral, por isso vou utilizar o conceito de "casa" e assim cabe qualquer divisão.

Estes são truques que mais uma vez me ajudam a reduzir no tempo que gasto de volta dela.

Não trago nada de novo para muitos(as) de vocês, mas este é também um exercício que me leva a refletir acerca das principais práticas que utilizo cá em casa e que podem sempre sofrer mudanças. O objetivo é sempre o mesmo: simplificar.



Reduzir o número de almofadas na cama

Uma cama bonitinha, toda pipi enche-nos mais o olho é verdade. Mas o que é certo é que de manhã se faz a cama quase sempre à pressa e ter que enfeitá-la e depois à noite voltar a desfazer tudo aquilo para conseguir simplesmente deitar, torna-se uma gradecíssima chatice.

E a bem dizer eu não estou sempre a receber visitas no quarto que justifiquem ter essa trabalheira todo o santo dia. O que me interessa é ter a cama feita.

E depois de ler este magnífico post da Hazel, da Casa Claridade, a questão das almofadas ficou definitivamente resolvida em mim.  Guardo-as e uso-as muito pontualmente.


Reduzir o número de tapetes

Os tapetes são excelentes adereços na criação de ambientes que se pretendem mais confortáveis, acolhedores e intimistas. Mas também é verdade que em excesso podem ter um efeito negativo. A casa parece ficar mais cheia, mais pequena, e muitos tapetes implica mais retenção de lixo.

Por isso cá em casa a escolha do lugar a ter tapetes segue o critério da utilidade e conforto imediato.

Um lugar onde o tapete sirva para amparar o lixo é um lugar onde não quero de todo tapetes.

Caso disso é tapetes debaixo de mesas onde se façam refeições, e tapetes nas casas de banho.

Debaixo da mesa, só serve para amparar migalhas. Na casa de banho só serve para amparar cabelos e pêlos.

Daí que me tenha desfeito de alguns tapetes que outrora já tive em casa. Não têm qualquer utilidade prática e só servem para dar trabalho.

Usar espanador

Não limpo os móveis com espanador, mas lá que dá um jeitaço para uma série de coisas, dá.

Limpar quadros, limpar alguns espelhos que não estão sujos, limpar por cima das portas...

É ótimo sobretudo para evitar que o pó se deposite em zonas mais chatas de limpar.

Ter um esquema de limpeza

Quando entro numa divisão para fazer a sua limpeza, faço-o de forma rotativa e de cima para baixo. Da esquerda para a direita ou da direita para a esquerda, tanto faz. E das zonas mais altas para as mais baixas. Ter este esquema ajuda muito a poupar tempo porque não se volta atrás.

Nos w.c.'s guardo sempre o lavatório para último lugar porque necessito muitas vezes de lavar um pano, ou uma esponja, etc... então não vale a pena perder tempo a limpar, para depois relimpar.

Reunir os principais produtos de limpeza num cesto portátil

É importante não perder tempo a ir buscar e pôr este produto e depois aquele e mais este pano e mais isto e aquilo. Então para que tal não aconteça reúno os principais produtos e acessórios que utilizo na limpeza da casa num cesto que me acompanha de divisão para divisão. Tendo os produtos sempre à mão perde-se muito menos tempo.

Reduzir o número de objetos em casa

É preferível ter apenas em cima dos móveis coisas que tenham realmente significado para nós seja por uma razão ou outra do que ter tudo e mais alguma coisa. Quanto mais coisas existirem expostas, mais tempo se perde a limpá-las. 

Muitas vezes guardo parte desses objetos e vou sazonalmente ou conforme me dá na na "telha" alterando a decoração da casa. E evito cada vez mais comprar seja o que for de adereços para a casa. O gosto que dá tê-los, muitas vezes não compensa a limpeza que implicam. E uma coisinha hoje, outra coisinha amanhã, são um somatório de coisinhas ao longo do tempo. Basicamente são tralha.

Apanhar a roupa e tratá-la de imediato

No momento em que estendo a roupa sacudo-a pois ajuda a esticar e a  desfazer rugas na peça. Quando apanho a roupa dobro de imediato a roupa interior e arrumo-a. Faço o mesmo em relação à roupa que não será para engomar. À que sobra dobro-a sem grande precisão, mas dobro-a. As camisas são apanhadas e imediatamente colocadas em cabides. Colocar a roupa que vai ser engomada num monte só a vai engelhar mais. E roupa mal tratada é sinónimo de roupa que dará mais trabalho. E já que não gosto de engomar, evito de todo ser masoquista.

Ouvir música ou rádio enquanto se fazem as tarefas

Tento tornar os momentos de limpeza o mais aprazíveis que posso. Já basta a obrigatoriedade dessas tarefas chatas. Assim aproveito e vou ouvindo música ou algum programa de rádio que aprecie. Só não o faço enquanto aspiro por que o meu aspirador não é silencioso. Mas haja alegria no trabalho!.:)

Evitar distrações

Quando chega a hora de limpar ou fazer alguma outra tarefa evito distrações que me façam interromper o que me propus fazer, sob pena daquilo que poderia levar 10 minutos levar horas ou mesmo ficar por fazer. Não é esse o objetivo pois não? Então por mais que me sinta tentada muitas vezes, obrigo-me a não vacilar na minha intenção que é fazer e gastar pouco tempo.

E vocês o que fazem desse lado para poupar tempo nestas lides?

Beijinhos 

18 comentários:

  1. Cá em casa tb não há tapetes. O ambiente fica mais livre de pó!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Quélih :)
      Pois é, a maior parte dos tapetes não fazem falta nenhuma numa casa. Beijinhos

      Eliminar
  2. Tenho lido os teus últimos post´s sobre as limpezas, todas dicas, tudo, e estou a tentar implementar algumas rotinas por aqui que é como quem diz, estou a tentar copiar-te ;) e mais uma vez excelente post Luarte, Obrigado!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bricolar e Poupar, oh mulher tu copia à vontade! Se servir para melhorar a tua vida e a vida doméstica do teu lar então já valeu a pena esta partilha :)
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Posso ter jeito para imensa coisa, excepto para lides. Sou péssima, espero aprender alguma coisa com estes posts e melhorar a minha performance nas limpezas da casa. :) Maravilha de posts, muito obrigada! Agora tenho que confessar: adorava ser minimalista mas sou a mulher da tralha e da cor! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paula, eu também não sou grande coisa, não te preocupes. Mas como tudo na vida nem todos nascemos com os mesmos dons, mas acredito que com treino, disciplina e muita, muita vontade também se consegue cumprir certos objetivos a que nos propomos.
      Eu também não sou minimalista, sou apegadinha a certas coisas, mas sinto que tenho melhorado bastante na minha atitude.
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Faço muitas coisas da mesma forma:
    - dispensei tapetes, almofadas e adereços em excesso
    - arrumo antes de começar a limpar
    - produtos de limpeza no mesmo recipiente
    - no wc, tb deixo o lavatório para o fim
    - nunca deixo acumular roupa para tratar
    - nos dias de limpeza começo o mais cedo possível
    - calculo quanto tempo vou precisar e acelero para cumprir o objectivo
    - musiquinha ajuda a marcar o ritmo =)
    - em último caso, se nao tiver tempo para limpar, arrumo. Parecendo que não, faz muita diferença!


    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paula, estou a ver que andamos a "dançar" a mesma música :)
      Beijinhos

      Eliminar
  5. Olá Lindona.
    Gostei muito do que li e estou cada vez mais a identificar-me. Desde que a piolhinha se põe em pé sozinha, comecei a retirar algumas decorações dos móveis... Eu gosto de lhe dar liberdade total pela casa, portanto, molduras, velas e garrafinhas desapareceram... Gostei de ver as coisas mais leves que retirei bastantes coisas do aparador que ficou logo com um ar renovado. Ou seja, tenho vindo a destralhar... até a cozinha a acho cheia demais...
    Sobre os tapetes, cá por casa é o mínimo... para além de juntarem muito lixo, cada vez que limpava o chão, tinha de perder mais tempo a aspirar e sacudir tapetes... desde a ultima vez que os lavei, nunca mais os coloquei.
    Normalmente quando apanho a roupa, deposito-a no sofá, para que à noite, depois do jantar cozinha arrumada, a separar e a dobrar e arrumar. Já aprendi com as tuas dicas no que toca à roupa...
    Tu disseste tudo... não consigo ser produtiva nas limpezas, mas vou esforçar-me mais :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Velu'arte :)
      Eu também sentia exactamente isso: "não consigo ser produtiva nas limpezas". Mas graças a este plano que estabeleci tenho andado extremamente satisfeita. Sinto que as limpezas já não são um papão. Ando com a casa como nunca andei e se, porventura, houver alguma impedimento no cumprimento do plano, no dia a seguir rapidamente compenso. O que era impossível quando guardava praticamente tudo para um só dia.
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Mias uma data de boas dicas. Já uso muitas delas e há uns tempos que ando numa de minimalismo a destralhar todas as divisões das coisas desnecessárias e olha que não me têm feito falta e torna a minha vida muito mais fácil. Obg pela partilha. Bjinhos :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Gaja Maria
      Apesar de não ter uma alma minimalista, também tem sido meu objetivo reduzir o nº de coisas cá em casa. Tudo por uma questão de organização, limpeza e libertação de espaço.
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Excelente post!!Concordo contigo quanto aos tapetes... e como me arrependo do que investimento que fiz! Este verão tirei todos os tapetes para lavar e não penso colocá-los tão cedo. 1º pelo trabalho que dão, 2º pq tenho uma filhota a largar as fraldas 3º pq na hora de comprar olhei só para a beleza e não para a manutenção do mesmo (limpeza e lavagem).

    Obrigada e bjs:)
    Sofia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Sofia :)
      Sem dúvida que muitos tapetes numa casa nos rouba tempo na limpeza. Tempo esse que pode ser canalizado para outros fins. Daí que a compra de um tapete deva ser muito bem pensada, porque existem aqueles dos quais nos podemos livrar muito rapidamente, mas existem outros em que já não é tão fácil, como as carpetes.
      Beijinhos

      Eliminar
  8. Eu sou pelo minimalismo.
    A minha casa tem muito pouca cangalharia e de facto isso ajuda muito para dar um aspecto arrumado e no final limpo.
    - Tapetes, também aboli com muitos.
    - O meu lema é ter sempre tudo bem organizado.Tudo no seu sitio, assim mesmo que não esteja de facto "limpa" parece ;)
    - Ao contrário do que sempre me disseram, a vinda de filhos não veio alterar isso. Adaptei o espaço às suas coisas, mas não tirando a estética da sala(onde passa a maior parte do tempo) e permintindo que brinque.
    - Tirei a mesa do centro que duvide que volte algum dia, pois cheguei à conclusão que só tira espaço.
    - Comprei um cesto no Ikea grande, de rede e cor neutra, daqueles paraa roupa suja e cocloquei junto ao sofá. É o canto de arrumação dos brinquedos do pequeno. Passa despercebido, tem grande parte dos seus brinquedos e estão sempre à mão.
    Adorei estes teus posts.
    beijinhos
    Célia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Célia
      É verdade que uma casa arrumada e pouco cheia cria logo a ilusão de que está limpa, ainda que de facto possa não o estar.
      É importante o teu testemunho em relação aos filhos, porque há muita gente que ainda se vê a braços com essa questão de conseguir conciliar uma casa organizada e limpa com filhos. Se houver método, organização e sentido de responsabilização, no meu entender é possível manter as coisas em ordem. E tu és testemunho disso.
      Engraçado falares na mesa de centro, porque eu simplesmente decidi não ter isso. A meu ver só serve para amontoar coisas, e dar um ar mais desarrumado. E eu prefiro ter esse espaço livre.
      Beijinhos

      Eliminar
  9. Concordo com todas as dicas, principalmente na de reduzir o número de objectos em casa!
    Quanto aos tapetes, não dispenso, gosto de andar descalça (chão em madeira) e acho desconfortável ir à casa de banho e ficar com os pés no chão frio! Por isso no Wc tenho tapete embora seja apenas um que apanha a zona da sanita e do lavatório!
    Tenho também no corredor de entrada para amparar o lixo que vem da rua e que não quero que se espalhe pelo resto da casa!
    Basicamente acho que os tapetes conferem maior conforto, mas já tive fazes de vida que não usei tapetes!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sini, eu não me desfiz dos tapetes cá em casa. Mantenho apenas os que considero estritamente necessários.
      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pela visita e pelo vosso comentário :)