quinta-feira, 9 de maio de 2013

Reciclar roupa de forma simples #3

Tenho uma saia de ganga há vários anos. Já não sei precisar há quantos.

Gosto muito do corte dela em viés, mas não a uso muitas vezes por causa do pormenor da abertura que tem à frente.

De pé, acho que essa abertura fica bem gira, mas quando me sento fica demasiado subida. E se não tiver nada por baixo, além das cuecas, é certo e sabido que vou dar espetáculo à borla :P


Por causa desse detalhe acabo por não a usar tantas vezes quantas as que gostaria. E já estive para me desfazer dela outras tantas.

Mas na hora H arrependo-me e ela volta sempre ao roupeiro.

Esta semana esteve outra vez para ir embora. Afinal para que quero uma saia a ocupar espaço, quando só a uso uma vez no ano, se tanto? Mas desta vez surgiu uma ideia diferente...

Peguei naquele top já curto e que deixei de usar. Não fui capaz de me desfazer dele por causa do padrão. Algum dia haveria de surgir uma ideia para aproveitar o tecido.

O tecido é nos tons de azul, amarelo e turqueza à frente e atrás, com dois padrões diferentes. Gosto de ambos e tenho dificuldade em escolher de qual eu gosto mais.

Top visto de frente

Top visto de trás

E já que estava numa de reciclar, peguei também numa fita de renda.

A saia vista de frente

A saia vista de trás

Após decidir o lado do padrão de tecido a usar, comecei a costurar. 

Teria sido mais rápido se tivesse usado a máquina de costura, mas eu não sabia como ocultar as linhas novas sem ser à mão e, por isso, foi à mão que cosi o bocado de tecido à saia. Achei mais fácil.

Primeiro fixei com alfinetes o pequeno pedaço.


E depois comecei a coser o tecido à saia em toda a volta. No fim cortei o excesso que sobrou. 


E já na reta final, apliquei a fita de renda apenas na parte da frente da saia.


A bem dizer, ganhei uma saia nova. Reciclada é certo, mas os pequenos pormenores transformaram esta saia numa peça bem diferente do que era, numa saia única.

Pessoalmente acho que o detalhe da renda até veio dar um certo romantismo à minha saia :)



Agora não há desculpas para não a usar muitas e muitas vezes.

Beijinhos

30 comentários:

  1. Olá Luarte,

    Goste muito do resultado final, mas sinceramente, acho qu ficaria bem mais gira sem a renda.

    Bjs,
    MJ

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Maria João :)
      Obrigada pelo comentário. Eu pessoalmente gosto bastante de ver a renda. Mas como em tudo, todos temos gostos diferentes.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Ficou bem gira e gostei também da renda, dá um ar mimoso à peça! Preciso de me aventurar no mundo da costura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Poupadinha :)
      Também sou da opinião que a renda dá um ar mimoso e fofinho. Nisto da costura o que custa é começar. Eu sei pouco ou quase nada, mas lá me atrevo a fazer algumas coisas. Como até tenho gostado dos resultados, acaba por ser um incentivo a não desistir :)
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Bem é desta que vou comentar ,tá difícil ;)
    A saia já em si é bonita ,tu tornaste a com a tua reciclagem numa saia romântica .
    Ficou mt bonita e claro mais confortável para usares no dia a dia.
    Luarte ás vezes é mt difícil comentar pois per co me nos teus post antigos ,vou lendo e vendo e dps não tenho tempo de comentar o do momento .Tu é que tens culpa ,que mandou ter tanta coisa interessante ;P
    bjs Lulu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De repente pensei que estivesse a ter problemas no blog com a submissão de comentários :P Afinal isso anda difícil por outros motivos :)
      Mas como são bons motivos estás perdoada :)
      Beijocas

      Eliminar
  4. Manucha a saia ficou mt gira. Tenho uma saia assim com abertura à frente e tb é de ganga, queres transformá-la?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manucha, mas não estás contente com a tua saia? Pensa bem... :P

      Eliminar
  5. Adorei a ideia e o resultado final
    http://asperolaspreciosas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Olá Luarte,

    No teu post anterior, gostei mais do resultado da renovação do que das sandálias originais; neste caso, embora tenha achado a saia muito gira, diria que ficou a ganhar com os detalhes que lhe acrescentaste. E dizes tu que não tens jeito para a costura?...
    Parabéns pela ideia! Gostei muito.

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha Paula vou-me ajeitando. Não sou nenhuma entendida em costura.
      Beijinhos e obrigada pelo teu comentário.

      Eliminar
  7. Olá Luarte,
    A saia ficou linda!
    Das vezes que já fiz bainhas em calças de ganga, o problema que tenho é que com a ganga é difícil coser à máquina. Ao teres cosido à mão não correte riscos. Além disso, ninguém anda com a cabeça ao nível dos joelhos, por isso continua que estás no bom caminho, em pouco tempo ficas uma profissional da costura.
    Bjs,
    Teresa C.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Teresa C. :)
      Eu já me aventurei a fazer bainhas à máquina a 5 pares de calças de ganga (até sei o nº ). Apesar do tecido ser grosso correu bem. Aqui a situação era diferente e eu tentei fazer o melhor que sabia. A verdade é que venha o anão que vier, não me envergonho da minha costura à mão porque, modéstia à parte, até ficou muito bem feitinha :P
      Beijinhos e obrigada pela força e motivação nas tuas palavras

      Eliminar
  8. A saia ficou mesmo muito gira, e com a renda ainda gosto mais, ganga, florinhas e renda, ligam muito bem. Tens ideias fantásticas. Ficas com uma peça personalizada e amiga do ambiente. Obrigada pela partilha de tantas ideias, que são mesmo reais e fazem parte do teu dia a dia. Bjs. Ana M.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Ana M. :)
      Obrigada pelo comentário. É com enorme gosto e satisfação que partilho ideias que ponho em prática e que quem sabe não poderão inspirar outras pessoas e tornar os seus dias mais coloridos :)
      Beijinhos e boa semana.

      Eliminar
  9. Adorei :) até me dá vontade de ir ali reciclar algumas pecinhas de roupa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa, Lisa :)
      Vai lá então buscar essas pecinhas que chamam por ti :)
      Beijinhos

      Eliminar
  10. Adorei o resultado! :)
    Beijinho
    Sortido

    ResponderEliminar
  11. Ficou gira:) São estes pequenos detalhes que marcam a diferença! Eu lido com os "trapos" diariamente, e embora prefira fazer de raiz, há modificações que me dão também uma grande satisfação fazer :) Parabéns pela vontade e gosto de fazer!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Maria L :)
      Sem dúvida que os ditos "trapos" poderem ter oportunidades e tornarem-se peças muito interessantes. Basta alguma imaginação e algum gosto em fazer.
      Obrigada pelas palavras.
      Beijinhos

      Eliminar
  12. Estás uma costureira de mão cheia ;)
    Beijinho e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não vamos exagerar, Guidinha :P
      Mas sim, tenho-me interessado pelo assunto e quando as coisas não exigem muita técnica e conhecimento, sou capaz de arriscar.
      Beijinhos

      Eliminar
  13. Bom dia!
    sou sua seguidora assidua, adora as suas ideias!
    Já por aqui vi que costuma tingir alguma roupa, gostaria de saber que tipo de produto usa, pos na sexta feira passada estraguei uma blusa quase nova e que eu gostava muito com lexivia, e gostava de a voltar a usar, se não fosse muito incomodo da sua parte dizer qual o produto que usa e onde costuma comprar? Bjs e desde já muito obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Ilda :)
      Obrigada por gostar de cá vir e se identificar com os conteúdos que partilho neste blog.
      Quanto ao seu problema, recomendo que faça o seguinte antes de tingir a peça. Ponha-a toda em lixívia. Depois lave-a normalmente e ponha-a a secar.
      Aconselho-a a fazer isto, porque se já leu por aqui, há uns meses estraguei umas calças e tingi-as de seguida. Só que a coisa não correu muito bem, porque na zona onde caiu lixivia, mesmo depois de tingir, ficou mais clara. Daí a minha recomendação em uniformizar o mais possível a cor e só depois tingir.
      A marca Ideal que se vende no jumbo costuma ser muito razoável. E pode fazer o tingimento na máquina de lavar, conforme as instruções. É simples, rápido e sem trabalho algum. Não se preocupe que não estraga a máquina. Espero ter ajudado. Beijinhos

      Eliminar
  14. Mais uma criação by Luarte que ficou giríssima. Havias de dar uma volta aqui pelos meus trecos...
    Aceitas contratos?
    Beijinhos :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é coisa demasiado arriscada, gaja maria :P
      Beijinhos

      Eliminar
  15. Muito giro, mesmo. Na verdade, o recurso a esses remendos de tecido (e o tecido é bem giro) permitiria até (com algum jeito, coisa que eu não tenho) transformar uns calções numa saia, ou não? :-)

    Um abraço de quem acaba de "cair" aqui. Mas foi uma boa queda!

    :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. JUlgo que tudo é possível para quem sabe fazer. Não seria o meu caso :P
      Mas na net encontra-se muita coisa e talvez existam tutoriais a explicar como se faz.
      Fico contente em saber que vez uma boa queda neste chão :)
      Beijinhos

      Eliminar

Obrigada pela visita e pelo vosso comentário :)