quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Molho de tomate caseiro

Infelizmente não tenho uma horta que me forneça produtos biológicos de qualidade superior.

Mas quem não tem cão, caça com gato e se posso, ainda assim, ter alguns produtos muito melhores do que os comercializados, então prefiro perder algum do meu tempo para os conseguir.

Exemplo disso é o molho de tomate caseiro em substituição do molho ou polpa que se vende nos supermercados. Muito apaladados em termos de sabor e muito ricos em termos de cor, estão cheios de gorduras saturadas, intensificadores de sabor, corantes, reguladores de acidez e outros aditivos.

E é tão fácil fazer molho de tomate em casa e substituir os anteriores por um produto muito mais saudável.

Para quem ainda acha que é trabalhoso fazer molho de tomate, garanto-vos que não é e podem fazer logo em quantidade para encher vários frascos e fazer durar vários meses.

Aproveitando uma promoção de tomate chucha comprei 2 kg. Esta quantidade deu-me para fazer 4 frascos de molho de tomate.


Ingredientes

2 kg de tomate
2 cebolas médias
4 dentes de alho
1/2 chávena de chá de azeite
1/2 chávena de chá de folhas frescas de manjericão
2 colheres de sopa de oregãos
2 colheres de sopa de açúcar
sal q.b.

Preparação

1) Num tacho cortar as cebolas em meias luas, os alhos em rodelas e refogar com o azeite em lume brando 

2) Acrescentar os tomates cortados aos pedaços.


3) Deixar cozinhar por 15 minutos em lume médio até o tomate ficar mole e largar parte da água.

4) Temperar com sal, oregãos, as folhas de manjericão e o açúcar e deixar apurar por mais 5 minutos.

5) Ao fim desse tempo, triturar com uma varinha mágica.

O molho de tomate está feito e agora só precisa de ser bem armazenado em frascos para que se conserve nas melhores condições e durante muito tempo.

Como?

Em frascos de vidro com tampas metálicas. 

Estes frascos podem ser antigos frascos de conserva e devem ser bem lavados e esterilizados.

Depois de bem lavados e secos eu faço a esterilização dos frascos no micro-ondas em potência máxima durante 2 minutos (esterilizo vários de uma vez). As tampas metálicas são fervidas em água durante 3 a 5 minutos (a contar a partir do ponto em que a água ferve).

O molho de tomate deve ser colocado quente dentro dos frascos também eles quentes e deve encher cada frasco (devem-se reduzir ao máximo os espaços vazios). A seguir os frascos devem ser bem fechados com as tampas quentes e secas. O quente tem como objetivo evitar a proliferação de bactérias que darão origem a bolores ou a que o produto se estrague.


De seguida colocam-se os frascos dentro de uma panela grande com água sensivelmente pela metade e deixa-se ferver durante 15 minutos (a contar a partir do ponto em que a água ferve). Esta operação tem como objetivo criar vácuo no interior dos frascos.


Ao fim desse tempo, desliga-se o lume e deixam-se os frascos arrefecer totalmente no interior da panela.

Os passos seguintes serão secar os frascos, rotular, datar e guardar na despensa.

Aquando da abertura de um frasco a tampa deverá dar um estalido. Significa que o processo anterior foi realizado com sucesso e que o nosso produto foi armazenado nas melhores condições.

Depois do frasco aberto é necessário conservar no frigorífico tal como os produtos de compra.

Quem é que ainda não se atreveu a fazer molho de tomate caseiro?

Beijinhos

29 comentários:

  1. Por acaso eu gasto bastante polpa de tomate e tenho muitos que me deram no frigorifico. Só uma dúvida: tiras a pele? É que os meus são pequeninos e isso ia dar uma trabalheira, mas não gosto de sentir as peles e não sei se a varinha as desfaz em condições. Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Life is Sweet!
      Eu tenho feito o molho com o tomate chucha e não tiro a pele e posso garantir-te que depois de tudo triturado não há vestígios de pele de tomate. Com outras qualidades não sei. Mas nada como tentares. de qualquer forma se tens tomate congelado podes escaldá-lo em água a quente. A pele sai facilmente e sem grandes trabalhos. Demora-se é mais algum tempo.
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Esqueci de dizer, mas vou experimentar a receita daqui pois adoro molhinho com cheirinho a manjericão :)

      Eliminar
  2. Vou experimentar. Obrigada pela dica.

    ResponderEliminar
  3. Post bem útil! Tenho tomates da horta cá de casa e vou esperimentar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom ter tomates biológicos :) Faz muito bem em experimentar. Espero que goste.
      Bjs

      Eliminar
  4. Parece realmente ótimo! Vou fazer desse mesmo jeito pra experimentar. Obrigada por compartilhar. Abraços!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito bom e pode sempre fazer as variações que quiser e usar os temperos que mais gostar :)
      Beijinhos

      Eliminar
  5. Olá Luarte, eu todos os anos no verão costumo receber tomates e nessa altura faço o meu stock de polpa e de tomate picado para o inverno inteiro. A diferença é que apenas faço com o tomate. Vou experimentar com a cebola e com o manjericão e oregãos. Obrigada pela dica.
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana! :)
      O bom do molho de tomate é que podemos fazer simples, como costuma fazer ou adicionar temperos que darão outro sabor aos refogados e às bases de massas e pizzas.
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Mais uma boa dica, a minha sogra tem bastantes da horta que se estão a estragar...
    Que quantidade de azeite para esta receita!?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por lapso esqueci-me de dizer a quantidade de azeite, mas já retifiquei no post.
      Obrigada pelo aviso :)
      Beijinhos

      Eliminar
  7. O teu molho tem uma cor muito bonita! Agora faz lá as contas por alto, quanto terão custado os teus frascos de molho em relação aos que se vendem pré-preparados. Uma diferença muito significativa, de certeza! Já para não falar na lista de ingredientes intraduzíveis e que são totalmente dispensáveis.
    Vale muito a pena!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Paula! :)
      Ainda que não compre os frascos, pois são reaproveitados, não sei se poupo muito em dinheiro, já que é preciso fazer contas aos ingredientes, ao tempo, ao gás, à eletricidade, mas estamos a falar de um produto caseiro de qualidade incomparável às polpas industrializadas. Sem dúvida muito mais saudável e só por isso vale a pena ter os gastos que referi mais acima.
      Beijinho grande

      Eliminar
  8. Cá está ele, finalmente ;) A pasteurização caseira é uma maravilha. Com ela tenho aproveitado muito tomate da horta do papá e tenho poupado muito tempo na cozinha, na minha carteira e principalmente na saúde da minha família.

    Bjs
    Anabela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Anabela! :)
      Finalmente o post viu a luz do dia. Obrigada pelo empurrãozinho :)
      Quem me dera ter uma horta ou um papá como o teu, com uma horta :)
      Beijinhos grandes

      Eliminar
  9. Olá!
    Já fiz algumas vezes molho de tomate caseiro com tomates que ganhava. Realmente nunca tinha me lembrado de fazer com tomates de compra ( na falta dos biológicos). Lá vou eu arregaçar mangas!! :)
    Ddá o que pensar a cor dos molhos de compra, tão vermelhinhos, não? É que os de casa não ficam assim...
    Beijinhos e obrigada pela excelente ideia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sónia!
      Pois, eu não tenho a sorte de ganhar tomates da horta, então faço com os de compra que sempre darão molhos melhores do que os comercializados.
      A cor dos molhos dá muito que pensar e ainda menos vontade de continuar a usar os molhos de compra. Aquela cor e sabor é conseguida através de aditivos que o nosso organismo dispensa claramente.
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Sem duvida! Estou a acabar o que tenho aqui de compra e já olho para ele de nariz torcido! Kkkkkk
      Beijinhos!
      Ahhhhh, por acaso já postou alguma vez receita de hambúrguer caseiro? Tenho um kit da tupperware com a prensa e caixinhas individuais para congelar fantásticos. Fazia uma receita de hambúrguer de frango maravilhosa mas não sei onde foi parar... Snifffff

      Eliminar
    3. Há algum tempo partilhei uma receita de hamburguers caseiros: http://www.ideiasdebaixodotelhado.com/2011/01/hamburguers-e-pizzas-pouco-saudaveis.html

      Beijinhos

      Eliminar
  10. olha que ideia boa para eu fazer!!!!gostei!!!!

    ResponderEliminar
  11. Olá Luarte! Adorei este post, muito útil e motivou-me a experimentar também. apenas tenho uma pequena dúvida: depois de feita a polpa de tomate, quanto tempo durará fechada no recipiente (na dispensa quero eu dizer)? Obrigada. Sónia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sónia!
      Se todos os procedimentos de esterilização forem bem feitos a polpa pode durar vários meses até 1 ano na despensa.
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Luarte, isso é perfeito! Nunca tinha feito antes porque tinha a ideia (errada) de que duravam pouco tempo por ser um produto caseiro :) Fico tão contente, vou experimentar e depois digo o resultado.
      Obrigada
      Sónia

      Eliminar
  12. Olá Luarte! Tb faço molho de tomate. Ao mesmo tempo que estou a fazer o molho tenho num tacho os frascos e as tampas a ferver em água. Com o molho pronto tiro o frasco da agua a ferver e encho quase até cima. Fecho e viro o frasco ao contrario e coloco num tabuleiro com agua fria até passar acima da tampa e deixo arrefecer. Fica fechado em vacuo. Obrigada pelo Blog/dicas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá isa!
      Essa técnica utilizo com as compotas, mas porque elas levam açúcar em quantidade que dá para que a sua conservação dure muito tempo. Com a polpa de tomate tenho dúvidas que se consiga conservar em ótimas condições da mesma forma e fora do frigorífico. Pode-me confirmar a durabilidade?
      Obrigada e beijinhos.

      Eliminar
  13. é uma excelente ideia e aprendi a esterilizar os frascos! :)
    eu também não confio muito nos preparados de molho de tomate industrial, parecem-me demasiado artificiais, pelo que tento sempre fazer o meu próprio em casa, durante a refeição. nunca me tinha ocorrido fazer em maior quantidade, tenho de experimentar :)

    beijinhos *
    blog eighteen and a life

    ResponderEliminar
  14. Faço uma tomatada parecida! Bem mais saborosa, nutritiva, natural e cheirosa que a polpa de tomate de supermercado! ;) Excelente aspeto!

    Boa semana,

    Cleide
    http://www.ideasdaclaire.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita e pelo vosso comentário :)