sexta-feira, 11 de maio de 2018

O milagroso champô de Cebola

De há uns anos para cá o meu cabelo enfraqueceu.

Progressivamente os fios tornaram-se mais finos e a queda de cabelo acentuou-se, atingindo sempre o pico na entrada do outono e na passagem da primavera para o verão.

Aí era ver o cabelo a ir embora no ralo da banheira, levantar de manhã e ter a almofada e os ombros do pijama impregnados de dezenas e dezenas de fios de cabelo. 

Claro que o cabelo também tem o seu ciclo de vida e a queda sazonal é um processo natural. Mas quando a queda acentuada se prolonga no tempo vira queda permanente, altera a estrutura e textura dos fios de cabelo e aí deve-se avaliar a situação com um dermatologista e/ou endocrinologista.

Foi o que eu fiz. Consultas, análises ao sangue, exames médicos e os valores e resultados apresentavam-se normais.

Sempre achei que para o enfraquecimento progressivo do meu cabelo viriam a contribuir a minha doença de estimação (endometriose profunda), o stress, três grandes cirurgias abdominais a que fui sujeita nos últimos 10 anos e as doses hormonais muito elevadas que levei quando andava nos ciclos de tratamentos de PMA.

Ao espelho e sob o meu olhar "clínico" que vê à lupa, eu facilmente observava zonas de couro cabeludo a descoberto. O cabelo em algumas zonas era francamente mais ralo e com a cabeça molhada então, ficava com o cabelo agarrado à cabeça e zonas a nú.

E lá ia eu aplicando as loções receitadas, lavando os cabelos com os champôs recomendados, experimentando receitas de mezinhas que supostamente contribuiriam para equilibrar o meu couro cabeludo. Não digo que estas soluções não melhorassem a queda de cabelo ao fim de 1 a 2 meses de aplicações. Melhoravam, nasciam cabelos novos mas não ficava com uma farta cabeleira. Nada de muito espetacular.

Até que entrei num grupo no Facebook sobre queda de cabelos e numa das publicações alguém falava do champô de cebola e dos resultados que estava a conseguir obter.

Da informação que recolhi na altura, a cebola tem imensos minerais cujas propriedades ativam a circulação sanguínea do couro cabeludo diminuindo a queda e acelerando o crescimento do cabelo.  Além disso mantém os fios de cabelo limpos durante mais tempo, dá resistência aos fios e maior brilho.

Porque não experimentar então? Ainda para mais o champô até era barato (não chega a 3 euros uma embalagem de 600 ml).



Comprei o champô de cebola da Babaria no hipermercado Jumbo e comecei a aplicar 2 a 3 vezes por semana. Já levo mais de 4 meses e continuo com a mesma embalagem.

Na altura comprei o condicionador de alho da mesma marca (se era para temperar a cabeça que se fizesse o serviço completo).

O champô uso religiosamente desde então. O condicionador é que vou intercalando com outros.

Mas ao fim de 3 a 4 semanas os resultados começaram a aparecer. 

Neste momento e ao fim destes meses todos, tenho o cabelo que não tinha há anos. Abro carreiros no couro cabeludo e não vejo as zonas ralas que antes persistiam. Tenho a cabeça repleta de cabelos novos já com uns bons centímetros de comprimento. Então à frente na zona da franja e zona posterior (zonas mais críticas) é visível a diferença de tamanho do cabelo novo em relação ao restante. E é muita, muita a quantidade de cabelo novo.

O cabelo ganhou a estrutura que há muito não tinha. Estou tão contente que tinha de partilhar esta minha experiência, pois sei que este mal da queda de cabelo afeta imensa gente.

Só tenho uma coisa a dizer:  santíssimo champô de cebola obrigada por fazeres milagres nesta cabecinha! 

Nota: É possível e há quem faça o seu próprio champô e máscaras de cebola em casa (sobretudo com cebola roxa). Não me aventurei nesses terrenos, nem estou para aí virada. Mas para quem prefere, fica a dica.

Beijinhos e um ótimo fim de semana.

14 comentários:

  1. Ummm. Vou experimentar e vou fazer em casa, já estive a ver a receita. Depois conto :))

    ResponderEliminar
  2. Obrigada pela dica! Estava a ler a tua história, parece a minha, com ciclos de Pma inclusivamente! Vou procurar. Um beijinho.

    ResponderEliminar
  3. Eh pá, acho que vou comprar!! Recomecei a usar Pantene mas o proximo será este!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que vale a pena experimentar :)

      Eliminar
  4. Que bom que você achou uma maneira de não perder mais cabelos e inclusive, ganhar mais outros fortes e bonitos. Eu conheço uma pessoa que precisa deste shampoo, mas não mora aí. Aqui no Brasil não sei se tem, vou falar para ele procurar. Obrigada pela dica.
    blogjoturquezzamundial
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho ideia que no Brasileiro não tem. Mas sempre há a opção de compra online ou fazer a receita caseira.

      Eliminar
  5. Eu por norma uso do de quinina da Klorane e resulta muito bem comigo. No entanto, já ouvi falar muito bem sobre as mezinhas de cebola para combater a queda e confesso que fiquei super curiosa com este champô e vou, sem dúvida experimentar!
    Obrigada pela partilha!
    Beijinho
    Cris

    www.lima-limao.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também experimentei sem grandes expetativas e a verdade é que em mim tem surpreendido.

      Eliminar
  6. Não descurando o poder da cebola: atendendo ao tempo que leva de champô, se calhar, o facto de ter o seu filho finalmente consigo eliminou uma série de stresses (acrescentando aqueles que advêm naturalmente da maternidade) e ajudou no reequilibrio capilar e noutros... (Aproveitei este post para deixar um primeiro comentário, mas há algum tempo que sou uma leitora assídua. É com muita felicidade que venho a este blogue feito com tanto amor. Desejo-vos toda a felicidade do mundo!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em mim sei que o stress em determinadas fases nunca esteve diretamente relacionado com o meu filho. A espera por ele nunca me criou stress. Esperei 5 anos muito tranquila e serena. Agora o trabalho sim, os tratamentos sim, a doença e os seus reveses, as consultas, os exames, as cirurgias, sim foram fatores que mexiam comigo.
      Um beijinho e obrigada por este primeiro comentário :)

      Eliminar
  7. Já tinha ouvido falar sobre este champoo,sempre coisas boas.Pessoalmente nunca usei pois felizmente nunca tive necessidade,mas agora precisando já sei.
    Queria deixar apenas uma chamada de atenção:os champoos de tratamento nunca devem ser usados por mais de 3 meses,passando os 3 meses de uso pode até passar para outro de tratamento mas com princípio activo diferente,e depois pode voltar a este.
    Um beijinho grande,sou fã do blog há muito tempo*

    ResponderEliminar
  8. Luarte obrigada pelas suas úteis dicas :) Já fui procurar o dito champo mas não está fácil...já fui a dois jumbos e nada mas vá no primeiro nem cheiro, no segundo pelo menos havia o de alho, por isso, pode ser que ao terceiro Jumbo haja o de cebola ;)

    Bem-haja.

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita e pelo vosso comentário :)